Notícias da CERR

Notícias da CERR

01/09/2020

imagem da notícia

Desde o surgimento da pandemia da COVID-19, em março, o Governo de Roraima vem executando diversas medidas para amparar os artistas locais. Diante disso, foram divulgadas outras novidades na manhã desta sexta-feira, 28, em uma solenidade no Palácio da Cultura Nenê Macaggi.

Dentre as ações anunciadas pelo governador Antonio Denarium, está a autorização do pagamento de 50 fazedores de cultura, entre artistas solos e grupos musicais, referente a serviços prestados ao Estado em gestões anteriores - um montante de R$ 180 mil de recursos próprios do tesouro estadual. “Assumimos o compromisso de reconhecer essa dívida com os artistas feita pelo Governo anterior. Sabemos do esforço desses profissionais para levar entretenimento e cultura à população do Estado”, argumentou.

Na mesma ocasião, ocorreu a assinatura dos contratos de 17 artistas selecionados para o projeto Cultura em Casa, desenvolvido pelo Governo estadual para garantir uma renda aos artistas locais. A cantora Ana Lu foi uma das selecionadas pelo projeto, executado pela Secult (Secretaria de Cultura).

“Estou muito feliz em participar dessa iniciativa do Governo, pois essa é uma forma de valorização do meu trabalho. Preparei um vídeo com uma música de minha autoria no ritmo reggae. Esse projeto é muito bom, porque valoriza os antigos e os novos artistas locais”, ressaltou.

LEI ALDIR BLANC

Os recursos da Lei n° 14.017/20 (conhecida como Lei Aldir Blanc), na ordem de R$ 10 milhões, destinados aos profissionais da cultura, também foi outro tema abordado pelo governador Antonio Denarium. Ele garantiu aos artistas que todos os trâmites para aplicação correta dos recursos já estão sendo realizados.

“A Secretaria de Cultura, com apoio dos Conselhos Estadual e Municipais de Cultura, está organizando o edital para a seleção dos beneficiados do recurso financeira. Assim que estiver tudo pronto, iremos divulgar para a comunidade artística ter conhecimento”, disse.

Parte do recurso da Lei Federal Aldir Branc será destinada ao auxílio financeiro dos artistas locais. Segundo o titular da Secult, Johnson Castro, outra parte será aplicada para o subsídio aos espaços culturais e instrumento de fomento (edital de premiação e concurso).

“O recurso federal garante três tipos de benefícios: a renda emergencial de R$ 600,00 destinada aos artistas, paga em três parcelas mensais; o subsídio aos espaços culturais, que vão de R$ 3 mil a R$ 10 mil; e editais de fomento. Ainda vivemos em meio à pandemia e o Governo do Estado vem fazendo esse esforço de atender à demanda da classe artística”, mencionou.


Reform

as em espaços culturais

Ao final da solenidade, o governador Antonio Denarium falou sobre as políticas estaduais de recuperação dos espaços culturais, como a Casa da Cultura, Palácio da Cultura, Teatro Carlos Gomes e Escola de Música.

“A realização do projeto de reformas leva em consideração a necessidade de modernização e gestão dos espaços culturais vinculados à Secretaria de Cultura. As ações estão praticamente encaminhadas para que tudo seja realizado dentro de um prazo rápido. Nossa missão é levar mais cultura de qualidade à população do nosso Estado”, destacou.

 
 Fonte:Secom/RR