Notícias da CERR

Notícias da CERR

12/05/2020

imagem da notícia

 

Por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), o Governo de Roraima trabalha na melhoria da BR-174 sentido norte (em direção à Venezuela). A rodovia, que será recuperada do trecho do rio Cauamé (Km 512,10) até a entrada da Pedra Pintada (Km 631,50), recebe atualmente obras de construção dos acostamentos, um dos serviços que serão realizados para dar mais trafegabilidade na estrada.

A construção dos acostamentos aumentará mais cinco metros na largura da BR-174, passando dos atuais sete para 12 metros. O trabalho, atualmente no Km 516 da rodovia, está na fase de reciclagem e com aplicação da última camada de base. Após isso, será colocado o asfalto.

O trecho da BR-174 a ser recuperado pelo Governo de Roraima corresponde a 119,40 quilômetros. Outra novidade na BR-174 será a duplicação da rodovia até a entrada do Parque de Exposições Dandãezinho. De acordo com o secretário de Infraestrutura, Edilson Lima, outras estradas serão recuperadas e asfaltadas.

”Infraestrutura rodoviária em boas condições é vista como fundamental pelo Governo de Roraima na gestão do governador Antonio Denarium. Além da BR-174 sentido norte, o Estado trabalha na recuperação da RR-325 e tem a previsão de recuperar as rodovias 203, 205 e asfaltar outras estradas que ainda não possuem asfalto, como as do Taiano, São Silvestre, entre outras”, afirmou o secretário.

Das rodovias citadas pelo titular da pasta, a RR-325 (liga Mucajaí a Alto Alegre) está sendo recuperada pelo Governo de Roraima. Outra que receberá manutenção é a RR-203, que dá acesso até a Serra do Tepequém (Amajari). O edital de licitação para a melhoria da importante estrada do turismo roraimense já foi divulgado.

Sobre a RR-205 (liga Boa Vista a Alto Alegre), o processo licitatório está em andamento para a recuperação da estrada. Outras rodovias que serão asfaltadas são a do Taiano (RR-342) e São Silvestre (RR-452), ambas em Alto Alegre. Na primeira, o edital de licitação deverá ser lançado neste mês, e a segunda, a Seinf trabalha no projeto para o asfaltamento.

Fonte: Secom - RR