Notícias da CERR

Notícias da CERR

30/06/2020

imagem da notícia

A Sesau (Secretaria de Saúde) faz um alerta para as pessoas que ainda não se imunizaram contra a gripe. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza se encerra nesta terça-feira, dia 30. Em Roraima, mais de 131 mil pessoas foram imunizadas até o momento, número que compreende 65% da meta estabelecida pelo MS (Ministério da Saúde).

Nessa fase, o público-alvo da Campanha inclui crianças de seis meses a menores de seis anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas até 45 dias, adultos de 55 a 59 anos de idade e os professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos e caminhoneiros.

Segundo a gerente do Nepni (Núcleo Estadual do Programa Nacional de Imunização), Alice Dantas, é importante que todas as pessoas dos grupos prioritários estejam vacinadas, tendo em vista a época de chuvas no Estado e a pandemia causada pelo Coronavírus (COVID-19).
“Vale ressaltar que a vacina contra a Influenza não previne a população contra o Coronavírus, mas ajuda na identificação da doença, uma vez que é excluída a hipótese diagnóstica de gripe, e a investigação pode ser feita para outras doenças respiratórias, como a COVID-19", esclareceu a gerente.
Para esta etapa, Roraima recebeu do MS (Ministério da Saúde) 231 mil doses da vacina contra a influenza e fez o repasse para todos os municípios. Até agora, o município de Rorainópolis já alcançou a meta de cobertura vacinal.

Alice explica que, em Roraima, apenas os idosos e trabalhadores da saúde superaram a meta de cobertura vacinal de 90%, enquanto as crianças de seis meses a seis anos e gestantes estão entre os grupos com os menores índices de imunização, de 44% e 46%, respectivamente.

“Por isso, para que todos os municípios alcancem a cobertura vacinal de todas as pessoas que integram os grupos prioritários é fundamental que aqueles que ainda não tomaram a vacina contra gripe procurem as UBS (Unidades Básicas de Saúde) para se imunizar contra a doença”, salientou.

Fonte: Secom/RR