imagem da notícia
Governo de Roraima recebe EPI’s do Fundo de Populações das Nações Unidas

02/12/2020

O mês de dezembro já começou com boas ações. A Sesau (Secretaria de Saúde) recebeu nesta terça-feira, 1º, a doação de aproximadamente 45 mil EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) do programa humanitário do Fundo de Populações das Nações Unidas. O governador Antonio Denarium acompanhou a ação, na sede do Lacen-RR (Laboratório Central). Entre os equipamentos doados estão luvas cirúrgicas, máscaras cirúrgicas e de uso comum, macacões, além de protetor facial.

“Toda doação é muito bem-vinda. O Governo está fazendo sua parte, atendendo quem precisa e a prova disso é que já temos mais de 60 mil recuperados de Covid, após investirmos mais de 50 milhões durante essa pandemia. Essa corrente do bem é muito importante e iniciativas como essa do Fundo de População da ONU são essenciais neste momento, pois estamos em guerra contra o Coronavírus e precisamos de toda ajuda possível, principalmente em relação aos EPIs, tão imprescindíveis para evitar que nossos valorosos profissionais da saúde fiquem doentes”, disse o governador Antonio Denarium.

O secretário adjunto de Saúde, Alexandre Salomão, explica que os itens chegaram em boa hora e serão de grande valia para o trabalho dos profissionais de saúde das unidades hospitalares.

“O Estado de Roraima fica muito feliz com essa doação. Nós estamos enfrentando no momento atual, uma situação nunca vivida antes que é escassez e dificuldade de aquisição de vários itens essenciais para o enfrentamento dessa pandemia. É com grande satisfação que recebemos essa doação, e com certeza será muito bem utilizada”, esclareceu Salomão.

A doação tem o intuito de fortalecer as unidades roraimenses, principalmente as que prestam serviços de atendimento à mulher, a gestante e aos imigrantes. O representante das Nações Unidas, Caio Oliveira, complementa que a parceria com o Governo de Roraima, por meio da Sesau, foi essencial para a doação.

“São equipamentos que vão assegurar o atendimento seguro dos profissionais de saúde e também das usuárias dos serviços de saúde, sobretudo, das mulheres gestantes e mulheres que vão buscar o serviço para cuidar da saúde. O objetivo é contribuir para o bom atendimento de toda a população, além da proteção da mesma e dos profissionais de saúde”, complementou.

Fonte: Secom- RR