EM RORAINÓPOLIS | Governo concede crédito rural a produtores da agricultura familiar

NOTÍCIA Assessoria de Comunicação
imagem da notícia

Neste fim de semana, produtores da agricultura familiar do município de Rorainópolis puderam contar com o apoio do Governo do Estado para garantir crescimento, desenvolvimento e sustentabilidade de suas produções. Por meio da Desenvolve Roraima (Agência de Desenvolvimento de Roraima), o crédito concedido possibilitou aos agricultores a aquisição de itens de custeio, infraestrutura e insumos, os quais foram entregues na presença do governador Antonio Denarium.

Na ocasião, o governador conheceu a agricultora Ângela Maria Araújo, que trabalha há quatro anos com a avicultura e foi beneficiada com o crédito rural. Denarium ressaltou o objetivo da concessão do crédito na agricultura. “Dona Ângela, produtora da agricultura familiar, foi contemplada com o financiamento de R$ 15 mil e, com este recurso, ela vai manter a sua atividade mesmo nesse período de pandemia, passando por período de crise difícil, com o aumento do custo de produção. E a Desenvolve, neste momento de dificuldade, atendeu a Dona Ângela. É o Governo do Estado valorizando a agricultura familiar”, afirmou Denarium.

O crédito que atendeu, além da D. Ângela, outros três produtores no município, faz parte do programa Agro em Campo, por meio do qual o Governo do Estado possibilita aos produtores acesso à assistência técnica e regularização ambiental e fundiária.

O Agro em Campo conta com o trabalho desempenhado pela Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Aderr (Agência de Defesa Agropecuária), Iteraima (Instituto de Terras e Colonização do Estado de Roraima) e Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos).

O programa chega a todos os municípios roraimenses de maneira objetiva, sendo uma solução viável, acessível e específica para o agricultor, que recebe assistência técnica e financiamento direcionado e individualizado para atendimento da necessidade da produção.

O presidente da Desenvolve Roraima, Adailton Fernandes, disse que a orientação do governador é levar o desenvolvimento ao campo. “O governador Antonio Denarium, com toda sua experiência no setor financeiro, no setor produtivo e na agricultura, determinou à Desenvolve Roraima a levar o crédito para a agricultura familiar, agricultura indígena. E não somente o crédito, mas toda estrutura que compõe o Agro em Campo, com todas as secretarias do eixo do desenvolvimento”, enfatizou.

Ainda de acordo com Fernandes, a agência já atendeu produtores de diversos setores. “A Desenvolve Roraima já atendeu produtores da cultura de hortaliças, citros e, inclusive, viabilizou um abatedouro de aves em Rorainópolis. O sul do Estado é um berço importante para o desenvolvimento da agricultura familiar”, complementou.

A Desenvolve Roraima atende à demanda do setor produtivo e entrega o recurso que o agricultor precisa. “Esse crédito vai beneficiar a postura das minhas galinhas, que já começou. Elas estão com seis meses e, apesar de ainda não estarem comendo ração de postura, já estão botando ovos", comemorou D. Ângela.

Além de ração, a produtora também financiou itens de infraestrutura, como caixa d’água, bebedouros e comedouros automáticos. “A cada duas horas era preciso encher os bebedouros comuns e, com isso, eu vou colocar dentro do galpão e vai me dar um certo descanso. Graças a Deus, a Desenvolve e a Secretaria de Agricultura me abriram as portas. Eu vi muitos agricultores venderem seus lotes por falta de condições. Hoje, eu estou vendo essa oportunidade do Governo, através de uma agência financiadora, para que o agricultor leve para frente a sua oportunidade de melhoria de vida”, disse, emocionada.

Os agricultores Ana Lima, Antonio Reis e Teodomiro Amorim também foram beneficiados com o financiamento de tratorito, arames e ferramentas agrícolas. Todos eles terão dois anos de carência, sendo o total de cinco anos para quitar o crédito, com taxas de juros de 3% ao ano.

O propósito da Desenvolve Roraima é que o produtor seja capaz de gerar renda e ter uma atividade autossustentável, por isso, o crédito disponibilizado tem dois anos de carência e o total de cinco anos para quitação. Desta forma, o Governo do Estado, através das instituições e secretarias, promove a retomada do crescimento das atividades econômicas em Roraima.

 
Fonte: Secom - RR