imagem da notícia
COMBATE AOS INCÊNDIOS | Governo contrata 20 brigadistas para o Uiramutã

13/11/2020


Roraima vive um período do ano que são comuns as ocorrências de incêndios florestais. Por esse motivo, o Governo do Estado contratou 20 brigadistas para atuarem no município de Uiramutã. Os contratos de prestação de serviço desses profissionais foram assinados pelo governador Antonio Denarium na tarde de quarta-feira, 11, na Escola Estadual Joaquim Nabuco, na sede do município.

"Estamos empenhados em evitar que as nossas florestas nativas e lavrados sejam prejudicados pelas queimadas. Queremos garantir que regiões como o Uiramutã sejam protegidas", destacou Denarium.

Durante a solenidade, o governador confirmou que para este ano 200 brigadistas serão contratados, para reforçar o efetivo de voluntários que já participaram de combate a incêndios em anos anteriores em cada município. O critério é já ter feito o curso de brigadista promovido pela Defesa Civil.

"A cada ano, formamos mais brigadistas para estarem aptos para executar as ações de forma mais efetiva e com toda segurança dada pelas instruções dos especialistas da Defesa Civil do Estado", disse Denarium.

O CURSO

Conforme o diretor Executivo Estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Cleudiomar Ferreira, o curso de formação de brigadistas é dividido em três módulos. Cerca de 1.200 pessoas já passaram pela capacitação.

"O curso possui dois eixos principais: o combate a incêndio florestal e salvamento em altura. Queremos em um período de dois anos chegar ao número de quatro mil brigadistas aptos a serem contratados para realizar o serviço de combate a incêndio", adiantou.

Coronel Cleudiomar explicou que o trabalho de formação de brigadistas contribui, sobretudo para que seja criada mão de obra qualificada para trabalhar inclusive na iniciativa privada.

"Estamos contentes com esse trabalho da Defesa Civil do Estado. Cerca de 600 pessoas capacitadas em anos anteriores foram contratadas por uma usina de energia elétrica ao sul do Estado. O interessante é que os produtores também vão precisar de mão de obra qualificada para proteger as produções", enfatizou.

Os recursos para a contratação dos brigadistas foram destinados pelo Governo Federal e a aplicação será feita pela Femarh (Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos). O CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima) e a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil são responsáveis pelo planejamento e execução de todas as etapas preparatórias até a contratação.

Mulher indígena é selecionada como brigadista

Depois de um longo período de treinamento, Graciene Lima, que mora na comunidade indígena Uruca, conseguiu ser a única mulher a ser contratada como brigadista em Uiramutã.

"Sei que é difícil trabalhar com o controle de incêndios, mas estamos preparados para qualquer imprevisto. Estou feliz por representar as mulheres nessa luta pela preservação do meio ambiente", destacou.

 Fonte: Secom - RR