Notícias da CERR

Notícias da CERR

05/05/2020

imagem da notícia

O Governo de Roraima, por meio da Sesau (Secretaria de Saúde), vem intensificando os trabalhos de controle sanitário nas portas de entrada do Estado, em razão do crescimento de casos relacionados ao Coronavírus (COVID-19).

Essa semana, as equipes que compõem o enfrentamento a doença no Estado estiveram verificando as ações que são desenvolvidas na barreira sanitária do Jundiá, situada no município de Rorainópolis.

“Além do aumento no número de casos no nosso Estado, nós temos recebido informações de relacionada a vinda de passageiros oriundos do Amazonas, em razão da situação de colapso no sistema de saúde de lá. Por esse motivo nós estamos fazendo essas verificações para acompanhar essa situação”, destacou Mayara Bianca Pimentel, diretora do DVS.

Além da Vigilância Sanitária do Estado, os trabalhos de controle na barreira sanitária do Jundiá também contam com a atuação do CBM-RR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), da PMRR (Polícia Militar de Roraima), e ADERR (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima).

“Essa é uma situação que requer sempre o empenho de todos os órgãos, e aqui nós temos servidores dedicados a fazer frente a essa doença, que tem causado inúmeros problemas para o nosso Estado”, ressaltou o secretário de Saúde, Francisco Monteiro Neto.

RELEVÂNCIA DO TRABALHO - O Controle sanitário passou a fazer parte das atividades de combate à doença em Roraima após o governador Antonio Denarium assinar decreto que instituiu situação de atenção na saúde por conta da pandemia.

Antes desse panorama, o Estado possui apenas barreiras fitossanitárias administradas pela ADERR, enquanto as ações nas fronteiras internacionais eram desempenhadas somente pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

“Fomos até lá para fazer um reforço, ver quais são os pontos que precisam ser corrigidos e o que pode ser melhorado. Além dos órgãos que eu citei, nós também temos a OPAS (Organização Pan Americana de Saúde), que tem no dado suporte técnico nessas ações”, completou Mayara.

A diretora do DVS ressaltou ainda que os trabalhos de controle sanitário nas barreiras correm 24 horas por dia, de forma permanente. Nelas, os condutores de veículos e passageiros são orientados a assinar um Termo de Consentimento de Isolamento, onde se comprometem a ficar de quarentena em casa.

As equipes também fazem a orientação sobre os locais que coleta de amostras para aqueles que apresentam sinais e sintomas para a doença.

“As intensificações desses trabalhos fazem parte das ações preventivas adotadas pelo Estado, tendo em vista que o Governo tem se preocupado com esse aumento no número de casos. Já realizamos essa ação no Aeroporto, essa semana no Jundiá e em Pacaraima, e posteriormente vamos fazer o mesmo em Bonfim”, pontuou.

CASOS EM RORAIMA – Conforme o Boletim Epidemiológico divulgado nesta quinta-feira, 30, o Estado já contabiliza 1.146 notificações para o Coronavírus (COVID-19), de acordo com os critérios de definição de casos do Ministério da Saúde. Desse total, 519 foram confirmados, sete óbitos e 111 pessoas são consideradas recuperadas.

Por esse motivo, é indispensável que a população continue adotando as medidas proteção, como usar de máscaras quando há necessidade de sair de casa, lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel, e evitar estar em aglomerações.

Apesar de simples, esses pequenos cuidados ajudam a reduzir os riscos de disseminação da doença.

Fonte: Secom - RR