imagem da notícia
CESTA DA FAMÍLIA | Aproximadamente 2.500 famílias receberam o benefício neste sábado

21/12/2020

O governador Antonio Denarium e a secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Tânia Soares, entregaram, na manhã deste sábado, 19, o cartão do Programa Cesta da Família para 2.500 famílias de Boa Vista.

A entrega do benefício ocorreu na Escola Militar Estadual Irmã Teresa Parodi, no bairro Cidade Satélite, e prossegue na próxima segunda-feira, dia 21, na Escola Estadual Ana Libória, a partir das 8 horas.

“O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social, está realizando a entrega dos cartões, no valor de R$200, aos beneficiários. Este apoio emergencial será mantido durante quatro meses. Todas as famílias vulneráveis, que precisam de renda complementar neste momento de pandemia, receberão o benefício”, ressaltou o governador.

Segundo ele, na capital, a entrega será do cartão magnético. No interior, serão entregues cestas básicas em todos os municípios, inclusive em áreas remotas, em comunidades indígenas e ribeirinhas.

A titular da Setrabes ressaltou o objetivo e a importância do Programa Cesta da Família. “É um programa para proteção social e segurança alimentar. O Cartão Cesta da Família está com uma carga de R$200 para que todas as famílias possam fazer a aquisição de alimentos conforme suas necessidades”, explicou a secretária Tânia Soares.

Feliz com o recebimento do cartão, Antonieta Pereira Silva, de 65 anos, moradora do bairro Santa Tereza, disse que o benefício veio em boa hora. ”Pra mim é bom demais, porque é um tempo difícil que estamos enfrentando e a família está quase toda desempregada. Esse cartão veio na hora certa, que é para eu fazer a festa de Natal, comprar o alimento que estamos precisando”.

Quem também demonstrou alegria foi Adilson Sousa, de 33 anos, morador do bairro João de Barro. “Foi uma excelente ideia. Estamos passando por uma pandemia e enfrentando uma situação difícil. O que o Governo está fazendo é de grande ajuda e vai beneficiar muitas pessoas”.

Maria de Fátima, moradora do bairro Santa Tereza, lembrou que não é aposentada e que a ajuda do Governo é de grande valia. “É um benefício que veio na hora certa, porque tenho 64 anos, nunca me aposentei. Só tenho a ajuda de Deus e das minhas filhas. Agradeço a Deus e ao nosso governador”.

Fonte: Secom - RR